Generosidade – o antídoto para avareza

Conteúdo

  1. Citações dos grandes mestres sobre o ato de oferecer;
  2. Como ajudar?
  3. Formas de ajudar
  4. Sustentação, atividades e doações mensais


Olá! Que bom saber que chegou aqui.

Apresento esse tema, a partir de alguns trechos que expressam a ação de se alegrar pelo oferecimento!

Citações dos grandes mestres sobre o ato de oferecer

“Na linguagem budista, existem três tipos de doação. Em primeiro lugar, a doação de presentes materiais. Em segundo lugar, a doação do Darma. Isso significa estar ao lado das pessoas ouvindo-as, tentando ajudá-las de alguma maneira, até mesmo clareando um pouco suas mentes, oferecendo conselhos. E depois há também a doação do destemor, de ser um meio de proteção e ajudar os outros a descobrirem a sua própria coragem – esse é um presente que não tem preço.“

~ Jetsunma Tenzin Palmo


“O sinal da carência não é o muito que temos ou o quão pouco temos, mas o quanto disponibilizamos. A maior generosidade para com um ser faminto é conseguir que ele nos dê algo, pois ao oferecer algo eles rompem o carma que os deixa famintos. Eles não conseguem oferecer, pois a sensação de carência é muito grande. O Buda fundiu a ajuda aos seres famintos com sua própria forma de viver. Os Budas são representados com uma tigela. Todos eles têm uma tigela na mão, que é oferecida aos seres famintos, que se comovem com o gesto e, comovidos, também oferecem, saindo da condição de seres famintos. É um ponto bem interessante.” 

~ Lama Padma Samten


“Aceitar seja o que for que cair na sua tigela de esmolas é um enorme desafio para o vício do ego de escolher e preferir. Oferecer a tigela cutuca o meu orgulho, testa a minha humildade e avalia a minha determinação.” 

~ Mingyur Rinpoche emApaixonado pelo mundo: a jornada de um monge pelos bardos do viver e do morrer.”


Como ajudar?

A minha alegria e motivação é ajudar as pessoas a cultivar um mundo interno mais amplo e ter autonomia nas diversas situações diárias a partir do olho do Darma, da meditação, a partir do eixo pedagógico proposto pelo Lama Padma Samten, meu mestre. Aspiro que essa atividade seja possível apenas na medida que as pessoas se alegrarem e reconhecerem valor e potencial dessa ação como algo palpável, real.


Formas de ajudar

Agradeço a imensa generosidade e interesse de cada uma das pessoas que apoiam e tornam esse movimento viável. Se você vê sentido em dar suporte às atividades, existem algumas formas abaixo, indicando:

(1) Os ensinamentos e retiros com o Lama Padma Samten;

(2) Os encontros regulares das diversas salas CEBB;

(3) Os cursos e palestras oferecidos mensalmente para outras pessoas que se beneficiem com os temas. 

A divulgação de coração é a melhor e que mais ajuda! Você pode, por exemplo, indicar o site do cebb ou o próprio site ou o instagram.


Sustentação, atividades e doações mensais

Você também pode ajudar oferecendo alguma das quantias abaixo como uma doação mensal. Sua generosidade promove e sustenta as atividades da tutoria, sua expansão e continuidade.

Que possamos seguir aprendendo e praticando o Darma em nossas vidas!

Você pode contribuir da seguinte forma: 

(1) Uma doação mensal que pode ser escolhida dentre: 30, 50, 100 reais;

Caso deseje apoiar com qualquer outro valor, tudo bem! 🙂

Após a escolha, você pode:

(2) Colocar a doação em espécie escolhida em um envelope à parte e me entregar pessoalmente nos encontros presenciais. 

(3) Efetuar um depósito mensal.

Nesse caso, basta você entrar em contato comigo para conseguir os dados bancários e fazer um agendamento no site do seu banco. É simples e fácil de programar.

(4) Doação recorrente por cartão de crédito ou boleto

Você pode usar a plataforma Apoia.se para ajudar mensalmente por boleto ou cartão de crédito.


Se você tem sugestões, se achar que posso ajudar ou se deseja conversar, é só entrar em contato.

Abraço grande e seguimos no giro da Roda do Darma!

Roberto.

É aluno de Lama Padma Samten. Desde 2011, tem sua atenção e curiosidade roubadas pela meditação e a sabedoria milenar do Darma de Buda. É tutor do Programa de Formação de Facilitadores do CEBB, sob orientação de seu mestre.