O Buda tem carma?

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Muito importante reconhecermos as diferentes perspectivas [absoluta e relativa]. Por exemplo, temos a realidade relativa, onde a causalidade opera. Quais as causas e condições para que aquela experiência surja, para que os fenômenos surjam? O Buda usa os ensinamentos da Roda da Vida para explicar essa causalidade [mais detalhes nos doze elos, a originação interdependente]. As Quatro Nobres Verdades também estão nesse contexto (aspecto absoluto e relativo das experiências).

Daí, se a sua cadeira do teatro [lugar onde o olho sútil descansa] é o Darmakaya (a mente de um Buda; reconhecimento da natureza de Buda), então todas as aparências são não-surgidas: todos os fenômenos são vistos como vazios e são a manifestação espontânea dessa natureza livre da mente.


Lama B. Alan Wallace em comentários ao texto o Darma Tolo de um idiota vestido de Barro e penas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *